O Instituto Politécnico de Tomar acolheu, no passado dia 21 de julho, a reunião intercalar de cooperação transfronteiriça para a proteção, salvaguarda e desenvolvimento do rio Tejo e da sua bacia hidrográfica. O evento foi organizado e dinamizado pelo Laboratório de Turismo do Instituto Politécnico de Tomar em parceria com a Confraria Ibérica do Tejo e com a Universidade da Extremadura.
 
Este encontro de trabalho, que contou com a presença de instituições nacionais e espanholas, decorreu no seguimento de uma ação anteriormente realizada em Cáceres (Espanha) a 15 de junho e pretendeu estudar a possibilidade de realização de projetos conjuntos para desenvolvimento das comunidades ribeirinhas da bacia do Tejo e, consequentemente, equacionar a constituição de outras formas organizativas que contribuam para a coesão territorial na bacia do Tejo.
 
Destacam-se as presenças das seguintes entidades portuguesas e espanholas: CCDR Centro - Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Câmara Municipal de Abrantes, Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, ISCTE - Instituto Superior Ciências de Trabalho e da Empresa, Universidade Europeia / IADE, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Universidade de Évora, Instituto Politécnico de Portalegre, Associação de Empresários de Turismo do Castelo de Bode, AEBB – Associação Empresarial da Beira Baixa, ADIRN – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte, UEX – Universidad de Extremadura, GIT y EUROACE, Gabinete de Iniciativas Transfronterizas de Extremadura, Universidad de Oviedo, Red Tajo-Tejo, Red de Abogados para la Defensa Ambienta, entre outras.
 
Na presente na reunião determinou-se que a próxima ação deste grupo de trabalho será um evento público em Vila Velha de Rodão, em novembro de 2017. O Laboratório de Turismo do Instituto Politécnico de Tomar irá estar presente para apresentar o ponto de situação de um conjunto de ações em curso com parceiros espanhóis, sobre roteirização e ativação turística de património ibérico.